Trabalhar em casa é mesmo um bom negócio?


Comece pelo nosso treinamento gratuito

Como Criar Um Negócio Online Do Absoluto Zero

Trabalhar em casa é o sonho de milhões de pessoas que desejam ter um negócio próprio, seja online ou físico, ou ainda uma forma de conseguir renda até se recolocarem no mercado de trabalho.

É claro que a recolocação não depende de cada um, e muitas pessoas não conseguem emprego fixo novamente em vários meses. Como se sustentar?

A partir dessa pergunta é que começam os pensamentos de empreendedorismo e a vontade de trabalhar em casa para ter mais qualidade de vida.

Outro ponto comum dessas pessoas é a necessidade de que esse negócio próprio possa ser feito com baixo investimento, pois depois de vários meses sem trabalho, não existe um capital disponível.

Esse é o quadro econômico que está abrindo a cabeça de muita gente, transformando uma mentalidade antes fechada, para pensamentos de lucratividade e sucesso.

Claro que isso é muito bom, e como já falamos aqui no blog, é imprescindível ter uma mentalidade correta quando se trata de trabalhar por conta própria.

Os desafios são muitos, e claro que existem muitas compensações também, mas no desespero, as pessoas acabam não percebendo que trabalhar em casa pode não ser aquele paraíso que muita gente mostra por aí.

A opção do trabalho em casa é justamente pela falta de capital para investir em ter um local separado para desenvolver as atividades.

A ilusão de estar perto das pessoas que ama pode ser incrível nos primeiros dias, mas quando a rotina de trabalho é constantemente quebrada justamente por causa dessas pessoas, a coisa torna-se um problema.

Por isso, costumo dizer que trabalhar em casa não é para qualquer um, pois além da mentalidade, é preciso desenvolver criatividade e resiliência para não brigar com os familiares a todo momento.

Nesse artigo mostrarei 10 CONTRAS de trabalhar em casa, mostrando uma solução para equilibrar cada um. Vamos lá?

10 CONTRAS de trabalhar em casa e as soluções para não cair nessas armadilhas

1 – Horário de trabalho

É o primeiro ponto que os empreendedores novatos enfrentam.

Que horas começar a trabalhar? Quantas horas trabalhar por dia?

Quando se trabalha como funcionário, existe horário para entrar, para almoçar, e para sair.

Trabalhando em casa isso deixa de existir, pois por mais que você levante cedo, é mais complicado estipular um horário de começo e término do trabalho.

Outro ponto importante de quem quer trabalhar em casa é que muitas vezes (quase sempre) se trabalha muito mais que quando era funcionário, justamente pela falta de rigor com os horários do dia.

 

Solução

 

Dentro do seu planejamento precisará estipular o horário de trabalho e ser rigoroso com isso, pois se não fizer isso, acabará trabalhando demais, e terá consequências severas na saúde física e mental.

Se estipular que vai trabalhar 4 horas por dia, tem que dar o melhor de si dentro desse tempo para as coisas fluírem e os resultados realmente aparecerem.

 

2 – Presença de familiares

 

Muitas pessoas que procuram como trabalhar em casa querem fazer isso justamente para estar mais perto dos filhos e da família.

Isso é fantástico e, sem dúvida, traz muita qualidade de vida, porém se as pessoas não respeitarem seu horário de trabalho pode ser bem complicado conseguir avançar em seu negócio.

Principalmente mulheres que são mães de crianças pequenas, acabam ficando sem tempo para realizar as atividades de seu negócio, porque não conseguem conciliar a maternidade com o trabalho.

 

Solução

 

O ideal é ter um local em casa que possa ficar fechado para você trabalhar sem interrupções.

Se não for possível, terá que fazer uma reunião familiar e explicar que durante aquele determinado período você está trabalhando e não pode atender nenhuma solicitação externa.

No caso das mães com crianças pequenas, pode ser uma boa ideia colocar a criança em uma creche durante um dos períodos (manhã/tarde) e usar esse horário para trabalhar.

 

3 – Isolamento

 

Quando trabalhamos em empresa temos colegas de trabalho que acabamos interagindo, seja com assuntos da empresa, ou com assuntos pessoais.

Os horários de almoço costumam ser feitos em companhia de outras pessoas, sempre tem alguém por perto para pedir uma opinião, ou uma troca de ideias para melhorar a produtividade.

Quando se trabalha em casa isso não existe, principalmente quem fica em casa sozinho o dia todo.

Com o tempo a aparente liberdade para fazer o que quiser, se transforma em isolamento e é por isso que muita gente recorre às redes sociais para trocar ideias em grupos e afins.

Com isso comprometem a produtividade e muitas vezes se frustram com a falta de resultados.

 

Solução

 

É importante ter pessoas para falar sobre o trabalho e também sobre trivialidades.

Então, sempre tenha momentos de descanso no dia e durante esse tempo procure interagir através do whatsapp, ou ainda em grupos ou fóruns de discussão que tenham haver com seu nicho de mercado.

Você também pode, algumas vezes por semana, usar locais de coworking que alugam espaços para quem deseja trabalhar, sempre tem pessoas interessantes nesses locais que podem ajudar a quebrar o isolamento.

Evite ficar completamente isolado(a), isso causa ansiedade e pode fazer mal para a saúde, além de prejudicar o bom andamento do seu negócio.

 

4 – Produtividade

 

Quando estamos sob supervisão de um chefe, ou mesmo de colegas de trabalho, precisamos baixar a cabeça nas atividades e realiza-las.

A produtividade muitas vezes é estimulada com os prazos curtos e com a constante cobrança que é realizada por supervisores e gerentes.

Quando você está em casa, não tem ninguém te cobrando o que precisa ser feito, é algo que precisa fazer por si só e pode ser muito difícil não parar para assistir algum programa favorito no meio da tarde.

 

Solução

 

Fique longe de distrações. Deixe o celular desligado durante o período em que estiver realizando suas tarefas.

Avise amigos e parentes que durante tais horas do dia você ficará off. Não entre nas redes sociais que comem muito tempo, e não ligue a televisão em hipótese nenhuma.

Uma dica para fazer isso sem parecer que está preso(a) é usar essas distrações como um prêmio a ser conquistado.

Cada vez que realizar uma tarefa importante tire alguns minutos e vá lá dar uma olhada no face, ou no final do dia permita-se assistir algum programa que gosta, mas como a tarefa está feita será um prêmio e não uma procrastinação.

 

5 – Queda do padrão pessoal

 

Por mais que trabalhar em casa dê liberdade de como se vestir e calçar, em muitos casos o padrão pessoal acaba caindo, principalmente para as mulheres.

Quando trabalhamos fora nos preocupamos com a aparência de nossas roupas, sapatos, estamos sempre com os cabelos cortados, arrumados, camisas limpas e bem passadas, calças aprumadas.

As mulheres normalmente fazem manicure semanal, também fazem maquiagem e cabelo, além de andarem sempre dentro da moda corporativa.

Trabalhar em casa faz com que o apuro com a aparência caia bastante, pois não nos preocupamos mais em usar roupas modernas, e deixamos até mesmo de cuidar dos cabelos e unhas.

Afinal, para quê não é mesmo? Você está sozinho(a) em casa e não precisa se preocupar com isso.

Porém essa falta de cuidado com a aparência pode se tornar uma rotina, e com o tempo criará baixa estima que levará para outras doenças mais sérias.

 

Solução

 

Não é porque está trabalhando em casa que precisa usar bermuda rasgada e camiseta furada com chinelo.

Também não é necessário deixar de ir cortar o cabelo, e muito menos fazer as unhas. Claro que agora isso pode ser feito em um espaço maior de tempo, mas não deve ser negligenciado.

Vista-se como se fosse sair para algum lugar resolver algum assunto, mas também não deixe seu conforto de lado, invés de sapatos apertados com meia, pode optar por usar sandálias no verão.

As mulheres não precisam estar impecavelmente maquiadas e de salto alto para trabalhar em casa (a não ser que gostem). Uma maquiagem leve e sapatilhas dão elegância e ainda são confortáveis.

 

6 – Ansiedade e estresse

 

Quem trabalha em corporação tem muito estresse e ansiedade por conta da pressão de prazos curtos e muito trabalho.

Quem trabalha em casa desenvolve isso porque não sabe quando os resultados financeiros chegarão, e ficam com o fantasma das contas para pagar sem ter fundos para isso.

Esse tipo de sentimento leva ao desânimo e procrastinação que só pioram o quadro da falta de produtividade e resultados.

 

Solução

 

Sempre busque tirar alguns momentos do dia para fazer exercícios de meditação/respiração.

Controlar a forma de respirar é muito eficiente para combater o estresse e a ansiedade.

Outra coisa muito importante é ter horas de lazer, não trabalhar tanto nos finais de semana e ter tempo para dar uma caminhada no parque, ou sair com a família para um passeio agradável.

Nossa mente não trabalha bem se não estiver descansada e estimulada, então ter um hobby também é importante para manter esses dois vilões bem longe do seu caminho.

 

7 – Multitarefas

 

Trabalhar em casa em um negócio próprio significa que você será o ÚNICO funcionário para realizar TODAS as tarefas.

Antes, na empresa, você provavelmente desenvolvia uma função específica com tarefas próprias tendo uma rotina bem rígida de trabalho.

Seja qual for o negócio que você começar será o único para realizar todas as ações que precisa para ter tudo funcionando a contento.

Isso pode ser apavorante no começo, mas depois com o tempo irá se acostumando e até mesmo criará uma nova rotina de atividades, mas até lá poderá ter surtos de estagnação, porque não sabe o que fazer primeiro.

 

Solução

 

Sempre tenha em mãos um checklist de atividades onde poderá seguir para não se perder no meio das ações.

Olhar cada tarefa no papel é uma forma de ordenar as ideias e achar a maneira mais prática para realizar o que precisa ser feito.

Nunca comece um negócio sem ter um planejamento completo, que inclui cronograma de atividades com prazos e também listas de tarefas para não deixar nada para trás.

 

8 – Atividades paralelas

 

Você está trabalhando em casa e agora sua(eu) esposa/marido pede que realize tarefas como levar/pegar as crianças na escola, fazer supermercado, preparar alguma coisa para o lanche, etc.

Isso costuma ocorrer quando um dos parentes trabalha em casa e os outros não, e esses que saem de casa todos os dias ainda não entendem (ou não querem entender) que quem está em casa TAMBÉM está trabalhando.

Com medo de causar brigas, você acaba cedendo e quando percebe perde mais tempo fazendo essas tarefas do que trabalhando em seu negócio, e acaba se frustrando (novamente) e se desvalorizando.

 

Solução

 

Lembra lá em cima quando falamos da reunião familiar para explicar que você está trabalhando em casa?

Então, faça essa reunião com bastante seriedade, e explique que por mais que as tarefas pareçam simples, elas roubam seu tempo de produtividade.

Para “condicionar” essas pessoas que não entendem o trabalho em casa como um trabalho mesmo, não realize essas tarefas, com o tempo eles se acostumarão e deixarão de pedir que realize esses trabalhos.

 

9 – Zona de conforto

 

Quando se começa a trabalhar em casa aumenta-se (e muito) a zona de conforto, pois deixamos de enfrentar o trânsito caótico todos os dias, não ficamos mais apertados no transporte coletivo, não pegamos fila para o almoço, etc.

Com o tempo a tendência é nos colocarmos dentro de uma enorme bolha de procrastinação, porque afinal de contas você trabalha em casa e não tem nada demais dormir até meio dia e trabalhar só a tarde não é mesmo?

Com o tempo perceberá que sua mente não conseguirá mais definir o que é prioridade do que não é, e então o ânimo para realizar seu trabalho irá por água abaixo.

 

Solução

 

Não tem jeito, sua zona de conforto crescerá, mas a única pessoa que pode administrar isso é você mesmo.

Idealize uma meta de resultados que deseja atingir e fique com isso focado na sua mente, pois assim cada vez que pensar em não trabalhar, saberá que está indo ao contrário da realização dos seus sonhos.

A melhor forma de não ter uma zona de conforto gigante é sempre sonhar mais alto cada vez que conseguir realizar uma meta, nunca deixe de querer crescer, esse é o segredo das pessoas bem sucedidas.

 

10 – Acomodação  

 

É a pior coisa que pode acontecer com um empreendedor(a). Por falta de estar perto de outras pessoas, de não ter mais competitividade, acabar se acomodando e ficando com resultados medíocres (médios) em seu trabalho.

Isso é mais comum do que se imagina quando falamos de pessoas que decidem trabalhar em casa, pois a falta de planejamento, ou até mesmo de foco causará uma rotina caótica que não trará nenhum resultado positivo.

Fora a questão de estudar, se manter atualizado(a) que é primordial em qualquer tipo de negócio e principalmente em quem deseja trabalhar em casa pela internet.

 

Solução

 

Mantenha-se atualizado(a) dentro de seu nicho de mercado. Para isso vale acompanhar discussões em grupos, ou participar de grupos específicos param seu tipo de negócio.

Além de manter-se atualizado(a) é uma forma de interagir com outras pessoas que estão dentro do mesmo barco, o que pode trazer novas ideias de estratégias e também de negócios.

Leia sempre blogs, livros, publicações sobre seu nicho de mercado e fique atualizado(a) com o que o mercado está praticando.

Se você está pensando em ter seu negócio a partir da internet, recomendo clicar aqui para ter acesso completamente gratuito ao nosso curso Negócio Online do Zero.

Nesse pequeno treinamento você verá as premissas básicas para ter um negócio online e também as estratégias para decolar e ter muito sucesso!