Mercado de afiliados – Tudo que você precisa saber sobre o assunto


Comece pelo nosso treinamento gratuito

Como Criar Um Negócio Online Do Absoluto Zero

Sem dúvida, atualmente o mercado de afiliados é uma das melhores maneiras para ganhar dinheiro na internet.

Isso acontece porque a criação de um negócio online é relativamente fácil e requer pouquíssimo investimento, e essas são as razões que atraem milhares de pessoas para esse tipo de trabalho.

Além de ser fácil criar um negócio online, ainda existe a possibilidade de muita lucratividade, o que acaba fazendo com que o número de empreendedores digitais aumente substancialmente no mundo todo.

Originalmente o mercado de afiliados, da forma como conhecemos hoje, nasceu nos EUA que está milhões de anos luz na frente do mercado brasileiro no que diz respeito a ferramentas e técnicas de vendas.

Mas, aos poucos empreendedores digitais que se dedicam aos estudos dos modelos americanos, trazem as informações para cá e adaptam à nossa realidade, tornando acessível todo esse arsenal de estratégias.

Assim, o trabalho de afiliado já está sendo reconhecido dentro do nosso país, com reportagens de importantes publicações (Veja, Exame) mostrando essa nova possibilidade de trabalho para quem desejar abraçar.

O que é mercado de afiliados

 

O que é mercado de afiliados

(Atenção) DESCUBRA O MÉTODO DEFINITIVO E ÚNICO PARA VENDER MILHÕES PELA INTERNET

O Conteúdo que você está prestes a ter acesso é o mesmo usado pelos principais afiliados do mercado, e que faz eles ganharem CENTENAS de reais diariamente, por isso, se você deseja criar um Negócio online de Sucesso, você precisa começar a usar este mesmo método!

 

Chamamos de mercado ou programa de afiliados, toda forma de comércio de produtos digitais, ou físicos que remunere seus vendedores através de comissões.

A característica básica desse tipo de trabalho é a comercialização de produtos dentro de plataformas específicas para isso, e também a grande quantidade de produtos digitais que são criados para dentro desse mercado.

Como funcionam as plataformas de afiliados

Como dito acima os afiliados precisam vender produtos para ganharem comissões.

Esses produtos são comercializados dentro de locais conhecidos como plataformas de afiliados.

Aqui no Brasil temos 3 mais conhecidas, a Hotmart, a Monetizze e a Eduzz.

Basicamente todas elas trabalham da mesma forma, com pouquíssimas diferenças operacionais de uma para outra.

Assim, trabalhar com qualquer uma delas, ou até mesmo com as 3 paralelamente é o que fará o trabalho como afiliado ser mais lucrativo.

Os infoprodutores criam produtos e colocam dentro dessas plataformas abrindo-os para afiliação.

Alguns admitem o afiliado imediatamente (afiliação aberta), outros precisam aprovar, e outros ainda possuem o sistema de aprovação somente através de e-mail para depois liberarem na plataforma.

A única coisa que o afiliado tem que levar em conta é que para ganhar comissões, precisa trabalhar apenas com os links que são gerados dentro das plataformas.

Esses links são diferentes para cada afiliado, assim cada pessoa que se afilia a produtos dentro dessas plataformas possui um sistema de identificação único.

Quando o afiliado promove esse link e alguém clica, automaticamente fica gravado um cookie no dispositivo dessa pessoa, se a pessoa fizer a compra com esse link, o cookie mostrará para a plataforma qual afiliado realizou a venda.

Por causa do processo de promoção que pode ser bem diverso, existem alguns tipos de remuneração que são feitas através dos cliques nesses links de afiliado.

Ou seja, quem define COMO será a remuneração de afiliado é o produtor, a plataforma apenas gerencia e faz os pagamentos.

Assim, temos alguns sistemas de comissionamento mais comuns:

  • Último clique: Quem ganha a comissão é o afiliado que realizou a venda. Ou seja, mesmo que o comprador tenha passado por outros afiliados para conhecer o produto, somente o último cookie é que ficará marcado na venda.
  • Primeiro e último clique: Aqui a comissão fica dividida entre o afiliado que mostrou primeiro o produto, e o último que gerou a venda.
  • Múltiplos cliques: Aqui a comissão será dividida entre todos os afiliados que tiverem seus links clicados até a hora da efetivação da venda.

Também cabe colocar algumas regras gerais sobre links e cookies dentro do mercado de afiliados:

Cookie de produtor NÃO subscreve cookie de afiliado

Ou seja, se alguém clicar no seu link de afiliado e comprar o produto através do link do produtor, a comissão vai para você, pois o cookie do produtor não anula o cookie de afiliado.

Cookie de afiliado SUBSCREVE cookie de outro afiliado

Agora, em um sistema de comissionamento por último clique, onde a comissão fica com apenas um afiliado, se o comprador clicar no seu link de afiliado, e depois clicar em um link de outro afiliado, o SEU cookie será apagado.

Nesse caso a venda irá para o afiliado que teve seu link clicado por último (na efetivação da compra).

O valor da comissão é definido por cada produtor, e o dinheiro que vai sendo acumulado com as vendas fica guardado dentro da plataforma, que libera os valores sempre 30 dias depois da efetivação da compra.

Assim, mesmo que o produto tenha menos tempo de garantia, o valor da venda só será liberado para saque, 30 dias após, em um cumprimento da Lei de Defesa do Consumidor.

É preciso ter uma conta corrente, ou poupança, no nome do titular da conta que está cadastrada na plataforma, para poder sacar o dinheiro.

O que são infoprodutores

Sem os infoprodutores o mercado de afiliados ficaria impossibilitado de existir.

São eles que criam os produtos que movimentarão toda parte financeira do processo.

Normalmente são pessoas que possuem uma expertise em um determinado assunto e criam cursos, e-books, áreas de membros, ensinando fazer alguma coisa que um público específico deseja saber.

Os produtos são criados a partir de um estudo de mercado apurado, para que não corram o risco de ficarem encalhados nas plataformas.

Assim, qualquer produto que exista dentro das plataformas teve uma validação de mercado prévia, feita pelo infoprodutor.

Essa é uma das seguranças que os afiliados possuem, se um produto está dentro de uma plataforma é porque tem um público interessado naquele determinado assunto.

Os produtos podem ser cursos online, e-books, ferramentas, e todo tipo de coisa que resolva o problema de um público e que possa ser entregue através da internet.

Atualmente também existe a possibilidade de ser afiliado de produtos físicos, o que abre bastante o leque e também a lucratividade.

Quanto é possível ganhar trabalhando como afiliado

 

Quanto é possível ganhar trabalhando como afiliado

 

Essa é uma pergunta que todas pessoas que começam a trabalhar com o marketing digital fazem.

E não existe uma resposta específica e única para essa pergunta, pois os ganhos do mercado de afiliados são literalmente infinitos.

Dizemos isso, porque o valor financeiro que um afiliado pode alcançar depende única e especificamente dele focar em seu trabalho e promover o maior número de produtos possível, sempre diversificando seus negócios.

Existe um ditado muito famoso dentro do marketing digital: Nunca coloque todos os seus ovos dentro da mesma cesta, pois se a cesta quebrar todo seu patrimônio estará perdido.

A grande sacada do marketing digital é justamente essa. Por se tratar de negócios online que são infinitamente mais fáceis de serem criados que negócios físicos, é possível ter muitas fontes diferentes de renda.

Qual a estrutura necessária para trabalhar no mercado de afiliados

Normalmente, um negócio digital começa com a criação de um blog para ser a base de toda uma estrutura que vai crescendo conforme o afiliado vai se profissionalizando no mercado.

Então, a estrutura básica seria ter um domínio, uma hospedagem e a partir disso criar o blog e também todos os perfis necessários nas redes sociais.

As redes sociais são uma ferramenta muito importante para o afiliado, pois é através delas que geramos tráfego para nossas páginas, seja artigos do blog, ou mesmo diretamente para as páginas de vendas dos produtos.

Como falamos acima, é preciso diversificar os negócios, então ter mais de um blog, vários perfis nas redes sociais, canais no Youtube, faz parte da estrutura que um afiliado usa para vender todos os dias.

A melhor notícia sobre isso é que mesmo quem não tem nenhum dinheiro para investir pode trabalhar no mercado de afiliados.

Existem plataformas para criação de blogs gratuitos, e o cadastro em todas as redes sociais e também nas plataformas de afiliados, é completamente gratuito.

Claro que quando começar a ganhar dinheiro é importante profissionalizar a estrutura, mas dá para ter ganhos na internet, sem investir absolutamente nada de dinheiro, apenas tempo para criar os projetos.

Quais são as melhores estratégias para vender como

 

Quais são as melhores estratégias para vender como

 

Conforme for estudando e se aprofundando no mercado de afiliados, perceberá que existem milhares de técnicas para fazer vendas.

É possível criar um blog autoridade se você conhecer muito bem um assunto que interesse a mais pessoas.

Também dá para vender usando o Youtube e todas as redes sociais, sem necessariamente precisar ter um blog, ou alguma estrutura mais elaborada.

Outra forma bem conhecida de fazer vendas é a criação de mini sites, que são blogs com poucas páginas que são criados para a promoção e venda de um produto específico.

E também dá para vender fazendo anúncios pagos nas redes sociais como o Facebook, o Youtube e o Instagram.

A estratégia sempre vai depender de quanto o afiliado deseja investir. É fato que quem investe em anúncios vende mais rápido, mas precisa investir sempre para ter recorrência.

Já quem trabalha apenas com tráfego orgânico, utilizando técnicas de SEO para ranquear páginas, ou com o marketing de conteúdo, demorará mais para fazer vendas, mas com o tempo terá um negócio em piloto automático.

Então, tenho muita segurança em dizer que a melhor estratégia é aquela que você se adaptar e tiver lucros.

Tipos variados de programas de afiliados

Além das plataformas de afiliados convencionais que citamos lá em cima, hoje em dia existem novos programas de afiliação com características diferenciadas.

Algumas empresas começaram a investir na parte digital de seus negócios e descobriram que ter afiliados é uma forma barata de expandir horizontes e conseguir novos clientes.

Assim, temos programas como o do Magazine Luíza que permite ter uma loja virtual deles, gratuitamente, onde a única coisa necessária é gerar tráfego para fazer vendas.

É possível criar vitrines de produtos personalizadas e sempre que alguém comprar dentro da sua loja, ganhará um percentual de comissões.

Por se tratar de produtos físicos de preços variados, as porcentagens também variam, mas em média oscilam entre 8% e 12%, o que é um bom dinheiro se fizer várias vendas.

A empresa de cosméticos Natura também tem o programa Consultoria Digital, onde por um preço acessível, é possível ter uma loja virtual da empresa, e como no Magazine Luíza, levar apenas tráfego.

Aqui as comissões são em média de pouco mais de 20% para a venda de qualquer produto da loja.

A Natura e o Magazine Luíza cuidam de toda parte de logística, como estoque e entrega, o afiliado precisa apenas levar compradores para as lojas.

Para quem gosta de trabalhar com produtos físicos renomados como Netshoes, Ricardo Eletro e outros, existem plataformas específicas que trabalham com essas empresas.

A Afillio e a Zanox são exemplos de plataformas que trabalham assim, e para se cadastrar em qualquer uma delas é preciso ter CNPJ.

Também existem programas de afiliados independentes como o do UOL, e também da loja de bijuterias Imagem Folheados, e a cada dia surgem novos, pois definitivamente as empresas estão começando a investir nesse mercado.

O Mercado de afiliados já está saturado?

 

O Mercado de afiliados já está saturado?

 

Se você prestou bastante atenção no parágrafo acima já tem a resposta para essa pergunta.

Aqui no Brasil, o mercado de afiliados está apenas começando, e a tendência é crescer muito nos próximos anos.

Em 2017 as vendas online superaram em 20% as vendas em lojas físicas. Ou seja, quem trabalhou na internet vendeu mais que o comércio de shoppings e lojas de rua.

Isso tende a aumentar a cada ano, pois as pessoas já estão acostumadas a comprar pela internet, e unindo o conforto de comprar em casa, com as facilidades de pagamento, dificilmente esse mercado será batido.

Quem começou há 5 anos no mercado de afiliados já está consolidando seu negócio agora para partir para uma escala que aumentará os lucros substancialmente.

Quem está começando agora tem a chance de lidar com novidades que chegam todos os dias e também com a experiência de quem já passou pelos apuros e sabe o que dá certo.

Meu conselho é que quem deseja trabalhar no mercado de afiliados estude muito e aplique mais ainda para começar a ter resultados consistentes e recorrentes.

O que aconteceu com esse mercado é que as pessoas descobriram que dá para ter muito mais que uma simples renda extra trabalhando na internet.

Então, se você também deseja trabalhar em casa usando a web, precisa começar agora para sair na frente de outros concorrentes.