Conhece as melhores ferramentas para afiliados

Saber Mais


	

Storytelling: Dá para usar no mercado de afiliados?

Tempo de leitura: 13 min

Escrito por Carlos Lourenço
em junho 1, 2021

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Compartilhe agora mesmo:

Como afiliado, você sabe da importância de criar conteúdo variado e de qualidade para sua plataforma. Pensando nisso vamos entender o que é Storytelling e como você pode usar esse tipo de conteúdo para enriquecer a sua plataforma.

Todo profissional do ramo de afiliados sabe da importância de trabalhar bem o conteúdo que é publicado na sua página de vendas, principalmente o conteúdo da sua landing page, e é por isso que sempre buscam temas e formatos de conteúdo diferentes para produzir.

O conteúdo é responsável por atrair pessoas para sua plataforma de vendas e também por facilitar a conversão dos visitantes em leads, e convenhamos, um dos recursos mais valiosos para os afiliados digitais são os leads.

Se você está tendo dificuldade em escolher qual formato de conteúdo vai produzir, vamos apresentar um dos formatos que conseguem trabalhar e prender a atenção dos visitantes da sua plataforma.

É evidente que você precisa considerar se o produto que você está oferecendo e as pessoas que compõem o seu público alvo, são pessoas que se interessam por conteúdo do tipo Storytelling.

Além disso, monitore como esse tipo de conteúdo influencia os resultados na sua plataforma, assim você vai conseguir decidir se é ou não o melhor conteúdo dentro do seu nicho de atuação.

Em resposta à pergunta temática deste artigo, podemos afirmar que é possível usar essa estratégia dentro do mercado de afiliados, entretanto, é importante saber como esse tipo de conteúdo deve ser usado para promover o seu produto.

Mas é evidente que antes de entender como usar esse recurso, vamos descobrir o que é de fato ele é, e como ele funciona do ponto de vista dos consumidores.

O Que é Storytelling?

O termo nada mais é do que uma referência à prática de contar histórias. Contar histórias é uma das formas mais antigas de promover um produto e conseguir vender, e isso acontece por conta do poder de convencimento que as histórias possuem.

As histórias, quando bem contadas, permitem que as pessoas se visualizem dentro de uma experiência. E quanto mais imersivas e cativantes as histórias são, maior o poder de convencimento que elas possuem.

A muitos anos as histórias são usadas para convencer as pessoas sobre diversos temas, e elas podem ser usadas para convencer os seus consumidores sobre a relevância e utilidade do produto que você está vendendo.

A forma de contar as histórias muda muito com o passar dos anos, e com isso a eficácia das histórias também muda. Graças ao desenvolvimento tecnológico e a fatores culturais, existem hoje várias maneiras de contar uma história.

Um exemplo disso são os filmes e propagandas. Os filmes muitas vezes contam histórias que são cativantes e prendem a atenção do público, e algumas vezes o poder das histórias é tão grande que é capaz de causar uma reviravolta econômica.

Um exemplo disso, é o chamado “efeito Netflix”. Algumas das obras fornecidas nesta plataforma de vídeo contém histórias tão bem contadas que são capazes de direcionar o interesse de um grande número de pessoas.

Como resultado, depois da popularização da história alguns artigos que fazem parte da história que foi exibida na plataforma começam a ter um aumento extraordinário nas vendas.

Se você souber como contar uma história e promover o produto que você está vendendo, as suas chances de converter um visitante em lead podem aumentar muito.

Apenas para exemplificar, você já deve ter ouvido a história dos feijões mágicos. Dentro dessa história um rapaz é convencido a dar todos os bens que possuía em troca de alguns feijões.

Mas porque ele fez isso? O poder de convencimento da história que ele ouviu foi tão grande que ele acreditou em uma das coisas mais improváveis. Esse é um exemplo de uma história que destaca o poder de outra.

Como você pode usar isso a seu favor? Antes de te explicar como usar a prática do Storytelling para vender o seu produto de afiliado e turbinar o seu negócio, vamos te explicar os formatos de história.

Texto

As histórias podem ser contadas através de textos, essa é a forma mais tradicional de narrar alguns fatos e prender a atenção das pessoas. Dependendo do público alvo da sua campanha, e do produto, pode ser bom utilizar textos para contar as histórias.

Eles podem te ajudar a destacar alguns detalhes que outras formas narrativas não permitem, de toda maneira é importante observar algumas técnicas no processo de criação das histórias para não perder o foco e nem se esquecer do seu objetivo principal.

É evidente que para alguns públicos o texto pode não ser a melhor forma de apreciar uma história, então pode ser prático contar a mesma história de outras formas.

Áudio

Outro formato de história que prende muito a atenção das pessoas, e tem grande poder de convencimento é o áudio. Você pode converter os textos que escreveu para o formato de áudio sem grandes dificuldades.

Esse formato oferece mais dinamismo e praticidade, e pode acabar alcançando mais pessoas. Ao converter a história escrita para um áudio, é importante saber narrar a história trazendo sempre a atenção para o seu produto.

Video

Sem dúvidas os vídeos são atualmente o meio mais atrativo para contar histórias para as pessoas. Eles permitem o uso de recursos que tornam a compreensão mais prática e envolvem um uso menor da imaginação.

Geralmente são mais complexos de se produzir, mas conforme já mencionamos, eles são capazes de trazer grandes resultados para sua plataforma de vendas como afiliado.

Agora que você já sabe quais são as formas mais comuns de contar uma história, vamos descobrir como você pode fazer isso para promover o seu negócio de afiliados e o produto que você representa.

Como Aplicar o Storytelling na Sua Plataforma de Afiliado?

Chegou a hora de entender como se cria uma história que possa te ajudar a promover o produto que você representa como afiliado. Para fazer isso, vamos precisar entender quais são as características fundamentais de uma boa história.

Criar uma história para te ajudar é uma boa estratégia de marketing para fazer as pessoas se engajarem com a sua plataforma de vendas, mas toda boa história contém aspectos fundamentais que você precisa observar.

Esses aspectos podem variar de acordo com a natureza da história, mas se o seu objetivo é promover um produto, a história precisa ter: personagem, ambiente, problema, jornada e solução.

Personagem

 

Para criar o personagem da sua história, vai ser necessário fazer pesquisas e usar muito da sua criatividade. 

O personagem ou os personagens são responsáveis por estabelecer a relação do seu público com o enredo da história e para isso o personagem deve ser cativante.

Para que as pessoas se sintam motivadas por um personagem é necessário que elas vejam características pessoais delas naquele personagem. Você consegue fazer isso apenas de uma maneira, que é conhecendo o público alvo do seu produto.

As pessoas para quem você quer vender o produto vão doar partes de suas características para a criação daquele indivíduo fictício. Quando você sabe mesclar bem os aspectos de diferentes personalidades é fácil criar um personagem cativante.

Por mais que sua história seja curta ou objetiva, não crie personagem de forma automática, ou seja, fuja de clichês. Acredite ou não, mas as pessoas julgam cada detalhe dos personagens que fazem parte de uma história, então saiba equilibrar as características.

Para fazer isso você deve conhecer bem o público alvo do seu produto. Então gaste tempo com pesquisas para entender essas pessoas.

Ambiente

Geralmente as histórias podem ter vários ambientes, entretanto o seu objetivo ao usar o storytelling é promover um produto ou infoproduto. Então, deixe que o produto descreva o ambiente.

Ache um ambiente onde as características do produto que você está oferecendo sejam destacadas. Por exemplo, se você trabalha com infoprodutos de qualificação profissional, um bom ambiente para sua história pode ser o ambiente de trabalho.

Você pode usar uma empresa, u ma fábrica, ou qualquer outro ambiente onde o conhecimento que o seu infoproduto oferece seja útil. É assim que você deve determinar qual o ambiente de destaque da sua história.

Tente contextualizar o personagem com o ambiente. Não adianta colocar um personagem qualquer dentro de uma fábrica e esperar que as coisas se conectem. Se o seu público alvo for mais maduro, você pode usar a família como conexão entre o personagem e o ambiente.

Por exemplo, o personagem pode estar trabalhando para dar segurança e conforto para sua família. Pronto, feita a conexão entre esses dois fatores, vamos dar movimento a sua história.

Problema

O problema é que vai introduzir a necessidade do personagem de uma solução que se relaciona com o produto que você está oferecendo. Esse problema precisa ser algo que também apavora ou assusta as pessoas do seu público.

Lembre-se que o personagem é a representação dos seus consumidores dentro da história que você está narrando. Esse personagem precisa enfrentar problemas reais, desafios que as pessoas também enfrentam e que estejam relacionados com o seu produto.

É importante criar um desafio que motive o personagem a sair da sua zona de conforto para encontrar uma solução, além disso, você precisa destacar como as soluções que o personagem estava encontrando iriam ser impossíveis ou contraprodutivas.

Então, é importante nesse momento entender em que contexto o produto que você está oferecendo foi criado. Tente se perguntar: Para quem ele foi criado? Qual o objetivo do produtor?

Sabendo como o produto foi desenvolvido, você pode começar a narrar os problemas que só ele irá resolver. Mas não apresente o produto como uma solução imediata.

As pessoas vivem e pregam uma premissa básica de que coisas que vem fácil, também vão facil. Ou seja, o valor do produto vai estar na dificuldade que o personagem teve de encontrar.

A solução oferecida pelo produto pode continuar sendo simples, é isso que vai enfatizar o valor e praticidade dele, mas o desafio precisa estar em outro lugar.

Jornada

O desafio real para alcançar a solução vai estar na jornada do personagem. Essa jornada precisa ter um poder transformador para fazer com que as pessoas vejam as mudanças que vão ser feitas na vida delas.

Lembre-se que essa jornada precisa conectar as pessoas ao seu produto, então pense em como a maioria dos seus consumidores teve contato com o seu produto e reproduza esse contato dentro da narrativa da jornada.

O caminho percorrido pelo personagem precisa ter altos e baixos, então você pode usar uma trajetória ascendente, ou seja, o personagem começa no fundo do poço e vai dando passos até encontrar o seu produto como a solução final.

Essa trajetória pode ser escrita de várias maneiras, sempre lembrando de contextualizar o seu personagem, o ambiente e a jornada. 

Retomando o exemplo do curso de qualificação profissional, você pode mostrar que o personagem trabalhava horas por dia, mas precisava aprender a usar uma nova ferramenta que a empresa adquiriu ou seria demitido.

A jornada começa com a chegada do equipamento, que representa o problema, e se encerra com a apresentação do seu produto que ajuda o profissional a ver como usar a ferramenta.

É importante destacar que ao encerrar o ciclo da jornada o profissional precisa estar em uma situação mais favorável do que antes do problema surgir.

Essas são algumas das características fundamentais que devem ser observadas pelos profissionais do mercado de afiliados que desejam usar o storytelling como uma estratégia de marketing.

Técnicas Para Usar Storytelling

Mas os fundamentos para desenvolver uma história são apenas parte do trabalho. A pessoa que deseja aplicar isso no seu negócio de afiliados deve ter em mente que é necessário usar algumas técnicas para garantir que a história criada seja coerente.

Usar essa estratégia demanda cuidado para não exagerar nas doses e nem perder o foco da campanha com diversas ideias, vamos conhecer algumas técnicas que podem fazer a eficiência dessa estratégia de marketing aumentar muito.

Enquanto aprende essas estratégias, tente enxergar como aplicá-las e como fazer usar o storytelling na sua plataforma de vendas.

Faça Pesquisas

Conforme abordamos anteriormente, é importante fazer pesquisas para conhecer bem o público que vai consumir conteúdo, e o produto que você está oferecendo. Se você pensa em fazer uma campanha com storytelling não dá pra escolher um produto sem conhecer.

Você terá que conhecer bem o produto que representa para destacar os pontos fortes do seu produto ao longo da história. Quanto mais conhecimento você tiver, mais fácil vai ser criar uma história que promova o produto que você representa.

Tente usar seu conhecimento para fazer uma comparação saudável entre o produto e os concorrentes, lembrando sempre de destacar seu produto.

Saiba enfatizar os pontos principais

A ênfase é fundamental para dar vida à história que você está contando. Mas dar ênfase aos pontos principais da sua história envolve ter equilíbrio e plena compreensão dos seus objetivos ao utilizar aquela estratégia de divulgação.

Saiba destacar os pontos que vão levar ao ápice da história que é o relacionamento do personagem com o produto que você está oferecendo. Então destaque sempre que o personagem sentir a necessidade do seu produto, isso vai aumentar o valor.

Além disso, vai ajudar a criar a expectativa dos consumidores sobre o potencial do produto que você está oferecendo, fazer isso vai ajudar as pessoas a enxergar o valor que o produto tem e o potencial dele.

Crie uma história flexível e adaptável

A sua história precisa ser flexível, ou seja, ela precisa ser eficiente em qualquer um dos quatro principais formatos que consideramos neste artigo. Assim, você vai conseguir alcançar as pessoas em situações diferentes e vai ter resultados satisfatórios a todo tempo.

Outra característica importante que acompanha a flexibilidade é a capacidade de adequação para qualquer ambiente virtual. Como afiliado você sabe que pode oferecer e vender o seu produto em qualquer plataforma.

Caso você deseje usar sua história para vender em plataformas diferentes é importante adequar a história para cada uma das plataformas. A adequação da história pode envolver alteração no formato e na linguagem.

É importante fazer essa adequação para que as pessoas possam se corresponder com o produto que você está oferecendo.

Explore a emoção

Para finalizar, use estratégias para explorar a emoção. Muitas vezes as pessoas tomam decisões emocionadas e você pode usar isso a seu favor. Se sua história for inspiradora e apresentar um enredo de superação, isso pode emocionar as pessoas.

Explorar as emoções é uma das melhores maneiras de conseguir vender produtos com storytelling. Você pode ver isso no exemplo das campanhas de marketing de grandes empresas, principalmente em épocas festivas, como natal, páscoa e outras.

Ao explorar as emoções você leva as pessoas a comprar o seu produto por conta da história que foi oferecida. Entretanto, é importante tomar cuidado para não perder o foco da história tentando emocionar as pessoas.

Se você souber como usar essas técnicas na sua plataforma de afiliado, pode impulsionar os seus resultados e garantir boas vendas. Tudo vai depender da sua criatividade e da qualidade de sua história.

Espero que nosso artigo sobre como usar storytelling no mercado de afiliados possa te ajudar. Em caso de dúvidas, basta registrar nos comentários e não esqueça de compartilhar este artigo com seus amigos!

Compartilhe agora mesmo:

Comece pelo nosso treinamento gratuito

Como Criar Um Negócio Online Do Absoluto Zero

Se você está a começar e não sabe nada, este curso vai ajudá-lo a criar bases para começar um negócio online.

Os seus dados estão seguros.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.